NOTÍCIAS

Programação promoverá debates sobre destruição do meio ambiente e luta dos trabalhadores

Já estamos há menos de um mês do 4º Congresso Nacional da CSP-Conlutas. A perspectiva é de chegarmos a aproximadamente 700 assembleias que tem discutido as políticas da Central e elegem delegados(as) para a maior instância de decisão de nossa entidade.

Há 400 entidades cadastradas. Tudo indica que teremos um congresso que vai discutir e preparar a base de nossas categorias e movimentos, que compõem a Central, para os próximos embates contra o governo Bolsonaro/Mourão.

Mais que isso, como uma entidade classista e internacionalista, o nosso debate se dá dentro do marco mundial das lutas dos trabalhadores.

Para além de organizar a classe para derrotar o governo Bolsonaro, que ninguém aguenta mais, vamos debater temas específicos.

Um dos que será mais importante desse congresso é a política governista que destrói o meio ambiente, desmata e põe em chamas a Amazônia e nossas florestas. Política assassina que pretende acabar com os povos indígenas, quilombolas, trabalhadores rurais, seringueiros, pequenos agricultores – enfim, os povos da floresta, para beneficiar o agronegócio, mineradoras, madeireiras ilegais, latifundiários e banqueiros. Esse fará parte do ato político “Indígenas e Quilombolas e a destruição do meio-ambiente” que acontecerá na manhã de sábado.

 

Também faremos balanço da atuação da Central desde o último congresso, como traçaremos um plano de ação para o próximo momento. Os grupos de trabalho setoriais, as diversas formas de opressão, os desafios dos movimentos populares e da juventude.

Fique Ligado(a)!

Abaixo, a programação. Será intensa e com muitos debates:

 

Programação do 4º Congresso Nacional da CSP-Conlutas

 

Quarta-feira

  • 18h00min – Abertura do Credenciamento (plantão para as delegações que chegarem mais cedo)

 

Quinta-feira

  • 05h00min – Reabertura do credenciamento
  • 09h00min – 10h30min: Abertura oficial com mesa composta por Centrais Sindicais, Partidos e Rede Internacional
  • 10h30min – 11h30min: Leitura e aprovação do Regimento.
  • 11h30min – 13h00min: Apresentação de todas as Contribuições Globais com tempo dividido igualmente.
  • 13h00min – 14h30min: Almoço
  • 14h30min – 17h00min: Painel de Conjuntura Nacional e Internacional
  • 17h00min – 19h30min: Grupos de Trabalho sobre Conjuntura e Plano de Ação

 

Sexta-feira

  • 09h00min – 10h30min: Saudação das delegações internacionais
  • 10h30min – 13h00min: Plenária de deliberação de Conjuntura e Plano de Ação
  • 13h00min – Encerramento do credenciamento
  • 13h00min – 14h30min: Almoço
  • 14h30min – 17h30min: Grupo de Trabalho sobre “Os desafios do movimento sindical e popular (ataques à livre organização sindical, luta por moradia, terra e os processos gerais de lutas”). Divisão dos Grupos de Trabalho em Sindical e Movimento Popular.
  • 17h30min – 19h30min: Reuniões Setoriais

 

Sábado

  • 09h00min – 12h30min: Ato político “Indígenas e Quilombolas e a destruição do meio-ambiente”
  • 12h30min – 14h00min: Almoço
  • 14h00min – 17h00min: Plenária de deliberação “Os desafios do movimento sindical e popular (ataques à livre organização sindical, luta por moradia, terra e os processos gerais de lutas”
  • 17h00min – 18h30min: Painel versando sobre o tema de luta contra as opressões
  • 19h30min – Festa oficial

 

Domingo

  • 10h00min – 12h30min: Apresentação dos relatórios dos Setoriais/Estatuto

12h30min – Encerramento do 4º Congresso Nacional da CSP-Conlutas

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *